Pesquisar este blog

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Programa 2012

Mensagem da nossa Coordenadora e Dirigente da Tarefa:

Prezadas companheiras!


Anexo o programa 2012. Como vocês poderão observar, fiz algumas alterações, nada que prejudique a ideia original, contudo achei que atenderia melhor a proposta...

Peço-lhes, que dêem atenção especial aos objetivos,vez que, como sabem, deve ser o ponto de partida., para o desenvolvimento de cada módulo.

Outra coisa importante, e que não podemos perder de vista é o formato das aulas, que não é, é claro, condição única para a realização das mesmas, mas que estruturam-nas de forma mais sistemática. Para que não nos esqueçamos, retomo de uma forma bem sintética:

Incentivação: Momento em que chamamos a atenção do grupo para a aula / tema - Não é o ponto alto da aula, mas a atividade deve acender nos educandos uma expectativa para o aprendizado. Jogos - Brincadeirras - Experiências - Vivências fazem parte dessa etapa.

Desenvolvimento: Principal momento da aula - É quando apresentamos o tema, propriamente dito, nem sempre de forma teórica, pois os jovens exigem de nós performance além da teoria, mas de forma instigadora / reflexiva, que propicie a busca por respostas e compreensão intima e social dos fenômenos. Problematização - Questionamentos - Aula expositiva - Construção de Conceitos - Histórias, são estratégias que podem ser aqui utilizadas.

Fixação: Momento dedicado a aplicação do conteúdo estudado. Deve-se dar atenção especial a essa etapa, pois indica o quanto o tema foi apreendido. Atividades de escrita - Exercícios - Desenhos - Construção de Maquetes - Dramatização, são exemplos de atividades. Atentem para o tempo destinado a essas atividades, pois esse momento, não deve ser visto, absolutamente, como um simples passar de tempo, e sim como verificação do aprendizado.

Avaliação: Deve permear toda a aula, contudo ao final da mesma, deve responder se, os objetivos (formativos e informativos) foram alcançados. Lembrando que o formativo, não é imediatamente perceptivel, pois sua essência é de consolidação dos comportamentos desejáveis ao homem de bem, e isso somente se percebe a médio e longo prazo. Já os informativos podem ser percebidos com mais precisão. Aqui retoma-se a o que foi construído no momento destinado a fixação. Deve-se observar o interesse, empenho e comportamento durante a execução das atividades

E por fim, é importante lembrar que quem dá o tom, para o tempo destinado a cada etapa descrita acima, além da observação atenta do educador, é o próprio tema e a capacidade da turma em compreender a sua relevância. Isto é, enquanto para uma turma um tempo maior é destinado para a parte lúdica (incentivação), para outros a parte da reflexão (desenvolvimento) é muito mais instigadora.


Coloco-me a disposição e desejo bom trabalho a todas.

Beijos
Elma


Clique nas imagens para amplia-las:








Aula: Amizade - Pré Mocidade

Tema: Visão do Mundo

Objetivo Formativo: Perceber-se como ser ativo e com responsabilidades nas esferas sociais a que pertence.
Objetivo Informativo: Reconhecer que as regras éticas e sociais são a base para o equilíbrio das relações humanas.

Aula: Amizade

Tema: Amizade

Incentivação Inicial: Quem é você ? – 20 minutos

Cada aluno vai se apresentar na seguinte sequência:

ð Nome, Idade

ð Animal (se eu fosse um, qual seria e motivo)

ð Expectativa da Evangelização neste ano

Desenvolvimento: vamos falar sobre AMIZADE... 30 minutos

Colocar a música Amigos de fé e colocar as seguintes perguntas:

ü O que é amizade ?

ü Qual a importância dos amigos na nossa vida ?

ü O que é "ser amigo" ?

ü E ter um amigo ?

ü Como surgem as amizades ?

o Laços anteriores, afinidade, gostos: somos iguais ?

o É saudável exigir que o outro seja exatamente igual à você ?

o Respeito, Companheirismo, Sinceridade

o Ser diferente = aprender coisas novas, conhecer gente nova

Conclusão: Ter amigos é............. e Ser amigo(a)...........

Pedir para cada um completar a frase na cartolina dentro das mãos contornadas lado a lado formando um elo de amizade.

Encerramento final: todos juntos lerem a Prece de Cáritas.

Prece de Caritas

Deus nosso pai, vós que sois todo poder e bondade.
Dai a força àquele que passa pela provação.
Dai a luz àquele que procura à verdade.
Ponde no coração do homem a compaixão e a caridade.

Deus,
Dai ao viajor a estrela guia,
Ao aflito a consolação,
Ao doente o repouso.

Pai,
Dai ao culpado o arrependimento,
Ao espírito a verdade,
A criança o guia
Ao órfão o pai

Senhor,
Que a vossa bondade se estenda sobre tudo que criaste.
Piedade senhor para aqueles que não vos conhecem,
A esperança para aqueles que sofrem.
Que a vossa bondade permita aos espíritos consoladores
Derramarem por toda parte a paz, a esperança e a fé.

Deus,
Um raio, uma faísca do vosso amor pode abrasar a terra.
Deixai-nos beber nas fontes esta bondade fecunda e infinita
E todas as lágrimas secaram, todas as dores acalmar-se-ão.
Uma só oração, um só pensamento subirá até vos,
Como um grito de reconhecimento e de amor.

Como Moisés sobre a montanha
Nos lhe esperamos com os braços abertos
Oh bondade !Oh beleza ! Oh perfeição !
E queremos de alguma sorte alcançar vossa misericórdia.

Deus,
Dai-nos a força de ajudar o progresso a fim de subirmos até vos.
Dai-nos a caridade pura.
Dai-nos a fé e a razão.
Dai-nos a simplicidade, que fará de nossas almas...
Um espelho onde se refletirá a vossa santa e misericordiosa imagem.


Professora Wilma



video